i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Espaço público

Restaurantes querem uso livre de calçadas para mesas e cadeiras em Curitiba

  • Porpor Stephanie Abdalla, especial para o Bom Gourmet
  • 13/08/2020 08:32
Abrasel solicita liberação de calçadas e estacionamentos para uso dos restaurantes durante pandemia.
Abrasel solicita liberação de calçadas e estacionamentos para uso dos restaurantes durante pandemia.| Foto: Divulgação

A seccional paranaense da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel–PR) protocolou um pedido na prefeitura de Curitiba para a liberação gratuita de calçadas e estacionamentos fronteiriços a restaurantes, lanchonetes e similares para a instalação de mesas e cadeiras enquanto durar a situação de emergência. O pedido está sendo analisado pela secretaria Municipal do Urbanismo e, posteriormente, será encaminhado ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC).

A ideia, segundo o presidente da Abrasel-PR, Nelson Goulart Junior, já vinha sendo ventilada há algum tempo, mas ganhou ainda mais força pela pandemia do coronavírus. “Ao operarem dentro do protocolo de distanciamento social, os estabelecimentos perdem cerca de 70% do espaço interno. Fazer uso do espaço público para colocar cadeiras, mesas e toldos seria uma oportunidade de expandir a capacidade, além de ser mais seguro para os clientes”, afirma.

O presidente da entidade ainda ressalta que a solicitação vem “paralela ao reconhecimento das responsabilidades dos estabelecimentos para com a preservação do espaço público, do bem-estar social e de todas as questões sanitárias”.

O documento protocolado, por exemplo, proíbe a obstrução dos espaços para pedestres assim como a instalação de equipamentos de som. Além disso, os proprietários dos estabelecimentos são os responsáveis pela conservação e limpeza das calçadas e estacionamentos utilizados; e o benefício se restringe a restaurantes, lanchonetes e similares já instalados, com alvará de funcionamento expedido.

De acordo o presidente da entidade, houve uma mudança no relacionamento entre os estabelecimentos e a prefeitura. “Os empresários estão mais cientes de suas responsabilidades e a confiança da prefeitura está maior. Há um tempo atrás, não se cogitava a ideia de abrir as portas do espaço público para que os estabelecimentos cuidassem sem ter que pagar algum tipo de taxa. Isso que estamos propondo agora é um avanço!”, afirma satisfeito.

Proposta paralela

Paralelamente à solicitação feita pela Abrasel-PR, o IPPUC produziu um caderno com propostas para o convívio seguro no espaço público, visando a sanidade diante da pandemia do coronavírus e também o fortalecimento econômico de Curitiba. Uma das propostas estudadas considera a ocupação de parte dos passeios e vagas de estacionamentos por bares e restaurantes em algumas regiões da cidade.

A proposta se difere da solicitação feita pela Abrasel-PR no que diz respeito a demarcações específicas de espaços a serem utilizados. O projeto do IPPUC restringe a liberação ao Largo da Ordem, Setor Histórico e à Rua Prudente de Moraes, com a possibilidade de expansão para outras áreas, enquanto o documento protocolado na última semana solicita a liberação para todos os estabelecimentos com alvará de funcionamento expedido para restaurantes, lanchonetes e similares.

Conteúdo editado por:Talita Boros Voitch
11 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 11 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • M

    Mário Kume

    ± 0 minutos

    Apesar de desejarmos que a nossa cidade se transforme em uma segunda cidade do tipo europeia e ocupando civilizadamente os espaços das calçadas, não temos cultura e organização para tal, infelizmente. Antes de mais nada o que precisa ser solucionado urgentemente é a qualidade das calçadas dos pedestres (deficientes físicos por exemplo não conseguem trafegar...) e a quantidade imensa de moradores de rua que a prefeitura nunca coseguiu solucionar. Mesas nas calçadas com odor fétido é para...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • A

      Aloísio Leoni Schmid

      30/08/2020 2:18:59

      Uma oportunidade para as vagas vivas ! Seria aberta aos comerciantes a possibilidade de ocuparem as vagas em frente a seus estabelecimentos com decks e mesas, para não atrapalhar o fluxo de pedestres.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • J

        Juarez Pereira

        23/08/2020 16:05:25

        Bom dia, a tempo observo o avanço de pontos comerciais em área pública e é um péssimo exemplo. Quem circula de carro ñ observa as dificuldades: passeios sem padrão de construção, obstáculos (parecidos com floreiras), cadeiras e mesas, devemos olhar para os pedestres(os que defendem a idéia do comércio em passeios não tem pais, irmãos, avós, tios, sobrinhos, maridos, esposas, alunos, professores etc..) os pedestres necessitam local seguro com calçadas livres, desimpedidas e construídas da melhor forma possível para circular, a pandemia em algum momento cessar mais os passeios livres vamos precisar, e depois das calçadas invadidas para retirar os invasores ainda vão querer serem indenizados.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • N

          Neanderthal

          14/08/2020 0:36:13

          Palhaçada

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • M

            Marcos Ctba

            13/08/2020 23:03:58

            Calçadas é local perigoso, em caso de acidente ninguém assume a responsabilidade. Calçadas é local muito poluido com fuligem de escapamentos de carros, fora a poeira . Calçada é um local de passagem de pedestre e área pública. Se rerstaurante que espaço para seus clientes construam uma área maior ou se mudem de endereço. Já não basta praças servirem de pátio de beberrões.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • N

              NIVEA

              13/08/2020 19:04:59

              estão colocando a pandemia como pretexto para invadirem os passeios para pedestres e enterrarem as iniciativas de acessibilidade. prefeitura retrógrada é capaz de aprovar.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • V

                VBSB

                13/08/2020 18:10:49

                Muito antes ciclovias!

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • D

                  Doarcy Junior

                  13/08/2020 16:56:17

                  sou a favor ... afinal Curitiba sempre quis ter cara de cidade Européia ... e sobre o comentário dos 'moradores de rua' ... teoricamente os comerciantes estão invadindo a rua (casa deles) ... PS. cidade Européia reverte seus impostos para cuidar dos moradores de rua

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • I

                    Intruso

                    13/08/2020 16:48:36

                    Seria o ideal. Mas isso s´será possível qdo solucionarem o problema dos moradores de rua.. Devolvendo o tão sagrado sossego dos transeuntes, seja nos semáforos, nas praças e nas esquinas. Vem cá, é ou não importunação???

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • K

                      Klin

                      13/08/2020 13:17:04

                      Se facilitar e amolecer, vão fechar a rua também!

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      1 Respostas
                      • O

                        O Mito

                        13/08/2020 13:43:16

                        As ruas já sao dos "cuidadores".

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                    Fim dos comentários.