i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Artigo

Ricky Gervais no Globo de Ouro é um duro golpe no discurso falsamente engajado

  • 06/01/2020 15:13
O comediante britânico Ricky Gervais
O comediante britânico Ricky Gervais: discurso certeiro| Foto: VALERIE MACON / AFP

Nos últimos anos houve um crescimento meteórico da cultura “woke”. Ao contrário de outras modinhas importadas, o nome não pegou aqui no Brasil, mas sua essência sim. E o que é a cultura woke? É aquele engajamento de fancaria, uma disputa interminável pelo posto de maior justiceiro social do pedaço. É o sujeito que escreve “todxs” em vez de “todos”, que amanhece “cancelando” alguma personalidade que falou algo diferente da cartilha do politicamente correto, que milita incansavelmente nas redes sociais. Certamente você conhece o tipo.

Esse comportamento foi rapidamente adotado pelas pessoas que mais vivem de aparência no mundo: atores e atrizes de Hollywood. Não é de hoje que a categoria se utiliza do vasto espaço que detém na imprensa para divulgar discursos fajutos, quando não absolutamente ridículos e descolados da realidade.

Não sou da opinião de que a classe artística não deva se pronunciar sobre política ou qualquer assunto que porventura deseje abordar. Se eles são levados a sério ou não depende de quem recebe a mensagem. Se um ator se investe de uma falsa autoridade para falar das mudanças climáticas ou política externa, por exemplo, é opção de quem o escuta dar crédito ou não a ele.

É fato, também, que muitos deles, ao fazer tais discursos engajados, se colocam numa posição de superioridade moral, como se estivessem ensinando a nós, reles mortais, como deveríamos viver. Em sua maioria milionários, agem como uma elite escolhida para iluminar o caminho da humanidade. Não é só em Hollywood, evidentemente, que esse comportamento ganhou força (alô, Caetano Veloso, Gregório Duvivier e cia). Mas foi em Hollywood, neste domingo, durante a premiação do Globo de Ouro, que foram obrigados a ouvir o mais duro discurso destruindo a hipocrisia reinante.

O comediante inglês Ricky Gervais (o cara que inventou a genial série ‘The Office’) apresentou a premiação pela quinta vez e fez um monólogo de abertura destruidor. Aqui vai um trecho:

“A Apple entrou no jogo da TV [por streaming] com The Morning Show, um soberbo drama sobre a importância da dignidade e de fazer o que é certo, feito por uma empresa que explora trabalhadores na China. Bem, vocês dizem que são conscientes, mas as empresas para as quais vocês trabalham são inacreditáveis. Apple, Amazon, Disney. Se o Estado Islâmico criasse um serviço de streaming, vocês ligariam para o seu agente, não?

Portanto, se você ganhar um prêmio hoje à noite, não o use como plataforma para fazer um discurso político. Você não está em posição de dar uma palestra ao público sobre qualquer coisa. Você não sabe nada sobre o mundo real. A maioria de vocês passou menos tempo na escola do que a Greta Thunberg.”

A despeito do aviso prévio de Gervais, a atriz Michelle Williams, vencedora do prêmio de melhor atriz de minissérie, usou seu tempo para, mesmo grávida, dizer que não teria chegado tão longe na carreira se não tivesse abortado.

“Eu não teria sido capaz de fazer isso sem empregar o direito de uma mulher de escolher, de escolher quando ter meus filhos e com quem”, afirmou, enquanto outra atriz ferrenha defensora do aborto, Busy Phillips, era filmada na plateia forçando um choro tão falso que não faria feio no Framboesa de Ouro.

O momento hipocrisia, no entanto, só serviu para reforçar o que Gervais disse na abertura do prêmio. Subir ao palco para defender a morte de bebês mostra como a classe artística não têm estofo moral para estabelecer como o resto da população deve viver. Atores falam em direitos humanos, mas não têm coragem de apontar o dedo para a ditadura comunista de Xi Jinping por medo de perder o financiamento das empresas chinesas e a crescente bilheteria.

Uma das primeiras mulheres a denunciar a podridão dos bastidores de Hollywood e dar início ao movimento #MeToo, a atriz Rose McGowan, estuprada por Harvey Weinstein, foi ao twitter no sábado para pedir desculpas ao Irã pela morte do general Qasen Suleimani. Sim, uma difusora do #MeToo pediu desculpas a um país onde mulheres são apedrejadas por motivos torpes.

Este não é, de maneira alguma, um texto contra atores e atrizes. A maioria deles é muito bom no que faz. Alguns dos melhores momentos das nossas vidas se passam no cinema. Mas nem por isso eu acho que o cara que usa fantasia de super-herói e cueca para fora da calça tenha algo de útil para me dizer sobre o modo como devo levar minha vida.

Já passou da hora de todxs cancelarem o discurso ‘woke’.

10 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 10 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • D

    Disraeli Everdan Pergher

    ± 112 dias

    PERFEITO!!! O politicamente correto está ficando muuuuuuito chato!!! E este POLITICAMENTE CORRETO, está nas mãos de um bando de hipócritas!!! VSF!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • M

      Marisa Barreto

      ± 113 dias

      Isso é o que eu defino de hipocrisia do politicamente correto. Perfeito este artigo.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • J

        João Viggiani

        ± 117 dias

        Infelizmente essa "cultura" não se restringe ao meio artístico. No meio acadêmico também existe, e é forte em todo o mundo. E tem mais: depende da área de estudo. Economia, administração, contábeis: fascistas, homofóbicos, misóginos, etc. Humanas e ciências sociais, serviço social, pedagogia, história, geografia, ...: woke, politicamente corretos, pró aborto, pró liberdade de criminosos, pró tudo que destrua tudo. Mas, estes desfilam com mais itens de grifes, e das caras, que aqueles. Woke é sinônimo de hipocrisia!

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • A

          André PC

          ± 117 dias

          Há luz no fim do túnel....

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • A

            Antônio Márcio

            ± 117 dias

            Concordo plenamente!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • P

              Poliana dos Santos Martins

              ± 117 dias

              Você merece um prêmio! Sintetizou com perfeição os meus pensamentos!

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • G

                GRU

                ± 117 dias

                Excelente. Chega da hipocrisia da classe artística.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • F

                  Fernando Cavalcante

                  ± 117 dias

                  Excelente artigo. Gostaria de incluir algumas observações: 1) atores e atrizes iniciantes temem recusar a cultura "woke" e serem colocados em listas negras; 2) muitos deles faturam alto com esta cultura, não apenas por meio de redes sociais e de anúncios, mas recebendo pagamentos da ONU.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • V

                    VBSB

                    ± 117 dias

                    Americano milionário pedindo desculpas ao Irã deveria perder cidadania e ser deportado para lá. FD.PTs e Greta F-you!

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • T

                      Tommaso

                      ± 117 dias

                      Excelente artigo. Ao que parece, nem todos os jornalistas/articulistas estão perdidos e contaminados pela podridão do F A L S O politicamente correto. Artistas são como chicletes, vc os mastiga e depois que perderem o sabor simplesmente os descarta. A opinião desses fora da realidade realmente não importa e não contribui.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      Fim dos comentários.