i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Dia da Posse

Joe Biden é empossado como presidente dos EUA e clama por “unidade”

  • PorRafael Salvi
  • 20/01/2021 13:56
Joe Biden, ao lado da primeira-dama dos EUA, Jill Biden, é empossado como 46º presidente dos EUA pelo juiz-chefe da Suprema Corte John Roberts em 20 de janeiro de 2021, no Capitólio dos EUA em Washington, DC.
Joe Biden, ao lado da primeira-dama dos EUA, Jill Biden, é empossado como 46º presidente dos EUA pelo juiz-chefe da Suprema Corte John Roberts em 20 de janeiro de 2021, no Capitólio dos EUA em Washington, DC.| Foto: SAUL LOEB / POOL / AFP

Joe Biden é empossado oficialmente como presidente dos Estados Unidos da América e pede por "unidade" perante os desafios que o país enfrenta. Biden, com 78 anos, tornou-se oficialmente o presidente mais velho na história do país.

A cerimônia começou com a estrela da música Lady Gaga cantando o Hino Nacional dos EUA com a banda da marinha dos EUA.

Após Kamala Harris fazer o juramento de posse, perante a juíza da Suprema Corte Sonia Sotomayor, e se tornar a primeira vice-presidente mulher e negra dos Estados Unidos, Joe Biden fez seu juramento de posse.

Ele foi empossado pelo Presidente da Suprema Corte, John Roberts. Ao meio-dia (horário local, 14h de Brasília), Biden tornou-se oficialmente o 46.º presidente dos Estados Unidos.

Após o juramento, Biden discursou, agradecendo os predecessores de "ambos os partidos", afirmando que "a vontade do povo foi ouvida" e dando o tom de como serão seus quatro anos de governo.

Discurso

"Este é o dia da democracia, um dia de história e esperança, de renovação e determinação", iniciou Biden, afirmando que a "causa da democracia" é celebrada neste dia. "Celebramos o triunfo de uma causa, não de um candidato", aludindo a seu antecessor Donald Trump que não compareceu à cerimônia.

"Agradeço aos meus antecessores de ambos os partidos e a sua presença aqui hoje. Agradeço do fundo do meu coração", continuou.

Em seguida Biden fez referências aos problemas que sua nação enfrenta no momento, sobretudo a pandemia: "Vamos avançar com velocidade e urgência", disse ele. "Temos muito que fazer neste inverno de perigos e oportunidades significativas; poucos americanos encontraram uma época mais desafiadora do que a que estamos agora".

Para fazer frente aos desafios, Biden apontou para a necessidade de diminuir a divisão política que se acirrou no país nos últimos anos: "Superar esses desafios, restaurar a alma e garantir o futuro da América exige muito mais do que palavras e exige a mais esquiva de todas as coisas em uma democracia: unidade."

"Unindo-se para lutar contra os inimigos que enfrentamos. Raiva, ressentimento e ódio, extremismo, ilegalidade, violência, doença, desemprego e desesperança. Com união podemos fazer grandes coisas, coisas importantes", continuou.

Em seguida, Biden agradeceu aos seus eleitores e disse para aqueles que não votaram nele que o é direito deles "discordar pacificamente dentro das regras de proteção da república", mas que o "desacordo não deve levar a desunião". E prometeu seu um "presidente de todos os americanos".

Biden então pediu um minuto de silêncio pelas mais de 400 mil mortes de compatriotas relacionadas à Covid-19: "Em meu primeiro ato como presidente, gostaria de pedir a você que se junte a mim em um momento de oração silenciosa para lembrar de todos aqueles que perdemos no ano passado para a pandemia".

Kamala Harris, primeira mulher e primeira negra a ser vice-presidente também foi lembrada pelo novo presidente: "hoje, marcamos o juramento da primeira mulher na história americana eleita para um cargo nacional, a vice-presidente Kamala Harris. Não me diga que as coisas não podem mudar."

O presidente democrata aproveitou o momento para enviar uma mensagem para o resto do mundo: "a América foi testada e nós saímos mais fortes para isso. Vamos consertar n, ossas alianças e nos envolver com o mundo mais uma vez".

"Vamos liderar, não apenas pelo exemplo de nosso poder, mas pelo poder de nosso exemplo. Seremos um parceiro forte e confiável para a paz, o progresso e a segurança", acrescentou.

No final de seu discurso, Biden voltou a clamar pela unidade da nação: "Com propósito e determinação nos voltamos para as tarefas de nosso tempo, sustentados pela fé, movidos pela convicção, devotados uns aos outros e ao país que amamos de todo o coração".

"Que Deus abençoe a América", concluiu o presidente.

A estrela da música country Garth Brooks cantou "Amazing Grace" após o discurso. Ainda antes do juramento de Biden, Jennifer Lopez também fez uma participação cantando "America the Beautiful".

Com o fim da cerimônia, Joe Biden e Kamala Harris deram uma caminhada ao redor do Capitólio - desta vez sem a tradicional participação de apoiadores, por conta da pandemia - junto a membros do exército, em um gesto que celebra a transição de poder, nos ritos do país.

A dupla empossada deve chegar à Casa Branca, pela primeira vez como líderes, por volta das 17h15 de Brasília, segundo a equipe de comunicação do democrata, com escolta policial.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.