Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

- Em discurso de resposta a Bolsonaro, presidente do STF, Luiz Fux, disse que ninguém fechará o Supremo e que descumprir decisões é crime de responsabilidade

*) O presidente Jair Bolsonaro fez discursos com ataques a outros poderes nas manifestações de sete de setembro.

As reações viriam, claro. E já começaram. Pelo poder Legislativo, falou nesta quarta-feira (08), em um pronunciamento, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.

Ele conclamou os poderes para dialogar, apresentando a Casa legislativa como uma "ponte de pacificação" entre Judiciário e Executivo.

A resposta de Fux a Bolsonaro

Pelo Judiciário, o poder mais atacado por Bolsonaro, falou o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux. Em um duro discurso, na abertura da sessão plenária, Fux afirmou que a Corte "não tolerará ameaças à autoridade de suas decisões".

"Se o desprezo às decisões judiciais ocorre por iniciativa do Chefe de qualquer dos Poderes, essa atitude, além de representar um atentado à democracia, configura crime de responsabilidade, a ser analisado pelo Congresso", disse o ministro

Este episódio do podcast 15 Minutos discute as reações às manifestações de 7 de setembro e, principalmente, a reação dos poderes, em especial o Judiciário, às falas do presidente da República. O convidado é o Renan Ramalho, repórter da Gazeta do Povo em Brasília.

***
O podcast 15 minutos é um espaço para discussão de assuntos importantes, sempre com análise e a participação da equipe de jornalistas da Gazeta do Povo. De segunda a sexta, de forma leve e dinâmica, com a duração que cabe na correria do seu dia. Apresentação é do jornalista Márcio Miranda. O programa é publicado no Spotify, Google Podcast, Deezer e no iTunes.

***
Ficha técnica: ‘15 minutos’, podcast de notícias da Gazeta do Povo #Apresentação e roteiro: Márcio Miranda; direção de conteúdo: Rodrigo Fernandes; equipe de produção: Maria Eduarda Scroccaro montagem: Leonardo Bechtloff; estratégia de distribuição: Marcus Ayres.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]