i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
"Tributos a Elas"

O gênero dos impostos: grupo aponta como as mulheres são penalizadas pelos tributos no Brasil

  • 30/12/2020 15:43
Entre as propostas para reduzir a desigualdade de gênero na tributação estão a isenção sobre absorventes higiênicos e a desoneração de anticoncepcionais e de medicação hormonal.
Entre as propostas para reduzir a desigualdade de gênero na tributação estão a isenção sobre absorventes higiênicos e a desoneração de anticoncepcionais e de medicação hormonal.| Foto: Antônio More/Arquivo/Gazeta do Povo

As discussões envolvendo a reforma tributária se arrastam há anos, com foco na simplificação do sistema e na eliminação de distorções. Um grupo de mulheres tributaristas, entretanto, afirma que um elemento essencial tem escapado ao debate: o impacto dos tributos na perpetuação das desigualdades de gênero.

Para chamar a atenção para o tema, o grupo – chamado "Tributos a Elas" e ligado à Fundação Getulio Vargas (FGV) – produziu um documento destacando como a configuração atual do sistema tributário nacional onera mais as mulheres do que os homens (veja a íntegra abaixo).

"É uma questão que não está sendo debatida na reforma tributária, mas isso decorre de um cenário maior. Não temos um debate sobre tributação e gênero na academia tributária brasileira. Não é algo trivial, mas não é uma invencionice nossa: essa discussão já é antiga nos EUA, no Canadá, na França, em países da África", disse Tathiane Piscitelli, professora da FGV e uma das coordenadoras do grupo, em conversa com a Gazeta do Povo.

Perguntei à pesquisadora por que esse assunto vem sendo discutido em outros lugares há tanto tempo, mas não chegou ao Brasil. "Vou te dar uma impressão minha, não é nada científico", ressaltou Piscitelli. "Isso decorre do fato de que a academia tributária brasileira é extremamente masculina. A maioria dos grandes tributaristas consolidados é homem. Isso não é uma questão para eles", explicou a professora.

Sistema tributário neutro? Não combater desigualdades é distorcivo, defendem pesquisadoras

Mas o que, afinal, significa olhar para o sistema tributário com um olhar de gênero? Entender o argumento das pesquisadoras passa por reconhecer desigualdades já existentes na sociedade, que acabam sendo reforçadas por um sistema tributário que se pretende neutro.

"Existe uma ideia de que o Direito Tributário sempre foi um campo neutro da ciência, que não deveria dialogar com nenhum parâmetro de justiça. É uma ideia dissociada dos próprios princípios que estão na Constituição, de um estado que reduz desigualdades sociais", explicou Anna Priscylla Prado, professora de Direito Tributário e Constitucional e membro do grupo.

Na prática, isso significa dizer que a noção de que o sistema tributário deve ser neutro – um dos princípios lembrados por tributaristas na formulação de propostas de reforma – perde o sentido se considerarmos as desigualdades já existentes na sociedade. Ou seja, a cobrança de tributos pode não promover novas distorções, mas, ao não combater as já existentes, acaba, de qualquer forma, não sendo neutra.

"Não estamos dizendo que o sistema tributário foi montado para aumentar as desigualdades. A questão é que há toda uma construção cultural, social e econômica que não levou e não leva em consideração as profundas desigualdades geradas por décadas. O sistema, efetivamente, não é neutro. Ele prejudica as mulheres", disse Núbia Castilhos, procuradora-geral que também coordena o grupo.

Como o sistema tributário onera mais as mulheres do que os homens

As pesquisadoras dão exemplos práticos de como isso acontece. Primeiro, basta considerar que o sistema tributário, na configuração atual, é regressivo, penalizando os mais pobres. E, conforme apontam dados do IBGE, as mulheres recebem, em média, salários menores do que os dos homens.

Mas, para além dessa configuração mais ampla, que coloca as mulheres no extrato mais baixo da distribuição de renda no país, há casos concretos de como elas são mais penalizadas do que os homens pelo sistema tributário brasileiro. Um deles é a tributação dos valores pagos como pensão alimentícia.

Pela regra atual, quem paga a pensão – grupo constituído majoritariamente por homens, segundo dados da própria Receita Federal – tem o direito de deduzir o valor na declaração do Imposto de Renda. Quem recebe – em sua maioria, mulheres –, ao contrário, precisa pagar imposto sobre o montante.

"A tributação é somada ao fato de que a mulher está cuidando da criança, ou seja, tem os custos emocional e financeiro atribuídos a ela. É a mulher, também, que gasta diariamente com os itens necessários para o cotidiano da criança, ou seja, que é onerada pela tributação no consumo", acrescentou Tathiane Piscitelli.

"A pensão é algo que, na nossa visão, não constitui acréscimo patrimonial e, por isso, não deveria estar no âmbito do IR. O dinheiro é destinado para despesas com a prole", completou Núbia Castilhos.

Outro exemplo é a tributação sobre os absorventes higiênicos – produto consumido, fundamentalmente, por mulheres. No Brasil, a carga tributária sobre o absorvente é de 27,5%. "Um pacote de absorvente higiênico que custa R$ 2,28 contém, aproximadamente, R$ 0,62 só de tributos", detalha o documento produzido pelas pesquisadoras. Na Alemanha, por outro lado, a carga tributária sobre o mesmo produto é de 7%.

Como combater as distorções? Pesquisadoras apresentam propostas a parlamentares

Além de chamar a atenção para a configuração desigual do sistema tributário atual, considerando esse olhar de gênero, o documento produzido pelo grupo também faz uma série de propostas para mitigar esse quadro. Estão na lista propostas como a isenção de tributação sobre absorventes higiênicos, a desoneração de anticoncepcionais e de medicação hormonal, a isenção do IR para a pensão alimentícia e incentivos para a contratação de mulheres vítimas de violência.

Questionei se essas ideias não vão na contramão do que vem sendo discutido no Parlamento, no sentido de reduzir benefícios fiscais, os chamados gastos tributários. "Considerando que a tributação no Brasil tem incidência maior sobre o consumo, e que as mulheres recebem menos – ou seja, pagam mais –, as nossas propostas não são um benefício fiscal, mas sim uma forma de compensação dessa injustiça fiscal", defendeu Simone Castro, tributarista que também integra o grupo.

"Nesse processo de reavaliação dos benefícios tributários, precisamos ter a análise quanto à efetividade. Qual é o tipo de gasto e a quem ele beneficia? O fato de haver benefícios fiscais que aumentam a desigualdade não tira a legitimidade do que estamos propondo. Os benefícios existem e são um instrumento que deve ser utilizado", completou Piscitelli.

O documento vem sendo apresentado pelas pesquisadoras a parlamentares. A expectativa do grupo é de que ao menos parte da agenda seja incorporada nas discussões da reforma tributária.

Veja a íntegra do documento produzido pelas pesquisadoras

36 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 36 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • D

    Dra. Inês

    ± 3 minutos

    Dupla VERGONHA eu passo ao ler isso. 1o lugar por ser mulher e em 2o lugar, por ser advogada com pós em tributário. Sinceramente, essas adEvogadas aí devem estar muito atoas. Que vergonha alheia, viu!!!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • S

      Stanislau Surek

      31/12/2020 18:47:32

      Sistema tributário brasileiro prejudica TODOS os contribuintes, com alíquotas absurdamente altas e burocracia sem fim.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • A

        Alexa

        31/12/2020 18:37:39

        Não é possível que li isso. Não deve ser verdade. Mas se for vou dar uma idéia para esse Grupo também se opor. Não é justo que a mulher se aposente antes do homem, certo. Então já coloquem na pauta a igualdade na idade da aposentadoria. Boa né?

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        1 Respostas
        • B

          Beto Burke

          31/12/2020 19:12:59

          Isso, boa. Que coisa mais essa !

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

      • A

        André

        31/12/2020 17:31:20

        Mais uma discussão inútil que não existiria se as mulheres estivessem em casa cuidando das crianças enquanto os homens trabalharam fora, como sempre foi desde que o mundo é mundo. Feminismo é uma fonte inesgotável de infinitos problemas sem fim.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • M

          Marcelli Falcao

          31/12/2020 15:20:51

          É sério isso???

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • M

            marcelo ladeia

            31/12/2020 14:42:23

            Prezados, Entendo que não são justas as críticas feitas à Gazeta por ter veiculado tal matéria. Em nenhum momento do texto, o jornal se posicionou a favor do tema ou tentou nos induzir a isso, conforme praxe do citado portal Uol. Entendo que o assunto foi tratado de forma neutra. E se essa proposta tosca vai fazer parte do debate da reforma tributária, precisamos saber que ela existe, para podermos cobrar nossos parlamentares. A Gazeta cumpriu seu papel de nos deixar devidamente informados.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • A

              Adriano

              31/12/2020 14:39:36

              Quantas distorções! Lamentável ler isso na Gazeta do Povo!

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • L

                Laura Bergallo

                31/12/2020 13:57:29

                Só posso rir diante de mais essa bobajada "politicamente correta". E sugerir aos homens que se unam na importante luta contra a tributação do creme de barbear. Ah, sim, e para 2021 desejo que a Humanidade amadureça antes que seja (mais) tarde...

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • N

                  Nico Gavelick

                  31/12/2020 13:02:46

                  Todo mundo querendo uma boquinha. A mulher que trabalha fora e usa o dinheiro para sustentar a prole paga imposto de renda sobre o que recebe. Porque a mulher que recebe pensão deveria ficar isenta? Afinal, as duas estão sustentando os filhos. Raciocínio ilógico dessas "tributaristas".

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • V

                    Vinicius

                    31/12/2020 18:56:18

                    Só o que faltava. Outra mentira extraída da matéria e da RAIS, e repetida intensamente, é que mulher ganha menos. Trata-se de distorção da realidade na leitura estatística da RAIS, como se a profissional ganhasse menos desempenhando a mesma função que um homem. A verdade é que a estatística mostra que, num todo e pela média, a mulher tem menor renda por ocupar posições que ganham menos, como ocupar menos cargos de chefia (realidade alterada nas últimas décadas, com razão) ou por exercerem profissões com renda menor, assim como ocorre também com outros homens, jovens, idosos, pessoas sem formação profissional, iniciantes de carreiras etc. Trata-se de narrativa que tornou-se verdade absoluta

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • F

                      Fabio

                      31/12/2020 11:21:04

                      Tese feminista e absurda. Isso é pretender ofender a inteligência de qualquer cidadão.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • L

                        Luzalvo

                        31/12/2020 11:16:11

                        A Gazeta só está noticiando o estudo da FGV, não está militando em favor do tal estudo. Se fosse no UOL, aí sim vocês veriam o estudo sendo usado como "prova" da "desigualdade tributária opressora".

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        2 Respostas
                        • D

                          Dra. Inês

                          ± 0 minutos

                          Discordo. Temos que ter acesso a maior variedade de informações possível. Só assim teremos argumentos e conhecimento sobre posições antes que elas se tornem "Verdades".

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                        • C

                          Cesar Tiossi

                          31/12/2020 13:25:14

                          Mais ou menos... A imprensa escolhe o que o leitor deve ou não ler. Dar visibilidade a um lixo desses é preocupante. A derrocada do Estadão começou assim. Sem falar que a extrema imprensa não abre mão de sua ideologia.

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                      • M

                        Miro

                        31/12/2020 9:27:59

                        É a chamada matéria fria de final de ano? É tanta bobagem que nem errado está!

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • E

                          EDUARDO MARQUES TRINDADE

                          31/12/2020 8:51:00

                          Nunca vi uma reportagem tão ridícula. A GP deveria abrir um link para jornalismo de comédia ou do absurdo. Por um momento achei que estava no site da UOL.

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • F

                            Fernando Adilson Moura

                            31/12/2020 6:27:55

                            Assinei a gazeta hoje por jornalistas sérios como o Fiuza, mas me deparo com esse texto que parece ser escrito pelo estagiário do UOL. Que mancada! E já no primeiro dia a gazeta do povo descumpre o seu manifesto.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • M

                              Mauricio Simões

                              31/12/2020 4:45:28

                              Rapaaaaazzz... quanta falácia!

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • A

                                Arnaud Mourebrun

                                31/12/2020 4:13:57

                                Que mancada hein Gazeta... matéria típica do UOL...

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                • P

                                  Patinho

                                  31/12/2020 0:32:22

                                  Não apresentou absolutamente NENHUM elemento que mostre discriminação de Gênero. O que fica claro é que a última coisa que essas feministas querem é igualdade. Usam um discurso vitimista para, em última análise, conseguir algum tipo de privilégio as custas dos demais.... deprimente !!!!

                                  Denunciar abuso

                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                  Confira os Termos de Uso

                                  • P

                                    Paulo H.

                                    31/12/2020 0:26:35

                                    Fazendo coro com o comentarista Elielton (abaixo), vale registrar que nunca vi uma feminista (ou mulher jurista) propondo que as mulheres sigam os mesmos prazos mais longos estabelecidos para a aposentadoria dos homens. E, justiça seja feita, nunca vi nenhum homem reclamando dessa desigualdade.

                                    Denunciar abuso

                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                    Confira os Termos de Uso

                                    • J

                                      JOSE MARCAL KAMINSKI

                                      31/12/2020 0:10:51

                                      Esse comentário foi removido pelo usuário

                                      Denunciar abuso

                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                      Confira os Termos de Uso

                                      • E

                                        elielton araujo tavares

                                        31/12/2020 0:00:27

                                        É cada uma mesmo, até o sistema tributário é machista, porque elas não reclamam do sistema previdenciário onde elas se aposentam com idade menor que a dos homens

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        1 Respostas
                                        • P

                                          Paulo H.

                                          31/12/2020 0:22:33

                                          Muito bem lembrado!

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                      • G

                                        Guilherme Sousa

                                        30/12/2020 23:57:00

                                        Concordo com um colega que escreveu há pouco. Se o nível de matéria for este, eu leio UOL e não preciso pagar. A GP faz toda uma campanha para não se render aos chantageadores mas escreve uma matéria lixo como essas, e ao menos pelo segundo dia seguindo com matérias do mesmo nível. Fica impossível defender (e assinar) a GP assim. Desse jeito, ela será cancelada por um lado e por outro.

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        2 Respostas
                                        • L

                                          Lucas de Lara

                                          31/12/2020 14:48:28

                                          ..entendo a crítica. Mas trazer a informação para gente é importante, pois e realmente esse tema entrar em debate público, já estaremos informados. Pense por esse lado, amigo ;-) Estamos apenas sendo informados.

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                        • M

                                          Mauricio Simões

                                          31/12/2020 4:47:24

                                          A Gazeta cria as próprias cobras ao mesmo tempo que reclama dos inimigos externos. Não dá pra defender. É enxugar gelo.

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                      • L

                                        Lucas de Lara

                                        30/12/2020 23:27:52

                                        ...era só o que faltava... O sistema tributário existe para custear o Estado. Ponto. Pouco importa o gênero dos contribuintes, até porque os maiores contribuintes são pessoas jurídicas... Quem produzir mais, quem circular mais mercadorias, quem auferir mais renda, consequentemente contribuirá com mais tributos. Quem não quiser pagar impostos que não tenha renda nem patrimônio e que vá viver do fotossíntese...

                                        Denunciar abuso

                                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                        Qual é o problema nesse comentário?

                                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                        Confira os Termos de Uso

                                        • L

                                          Lucas de Lara

                                          30/12/2020 23:24:47

                                          Esse comentário foi removido pelo usuário

                                          Denunciar abuso

                                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                          Qual é o problema nesse comentário?

                                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                          Confira os Termos de Uso

                                          • Z

                                            Zequinha

                                            30/12/2020 23:18:16

                                            Eu não acredito que um jornal que se diz conservador abre espaço para uma matéria tão estúpida e sem nexo como esta...

                                            Denunciar abuso

                                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                            Qual é o problema nesse comentário?

                                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                            Confira os Termos de Uso

                                            • W

                                              wilmar scoz

                                              30/12/2020 23:13:42

                                              Quanta estupidez! Como pode gente se debruçar em tamanha ignorância. O que existe na verdade é uma caçada ao homem e mais e mais privilégio para as mulheres. Se os homens ganham mais que as mulheres pagam mais e não menos imposto. Ademais, ganhar mais faz parte das atividades exercida pelo homem. As ativistas feministas, sempre vem com ideologias para oprimir, maltratar e desonrar os homens. É um ódio, inveja das feministas e simpatizantes aos homens. As desigualdades são inerentes a qualquer sociedade e relações. As desigualdades são justas, desde que não houve maldade. Os méritos contêm as desigualdades. Fora disso é utopia, estado mental doentio.

                                              Denunciar abuso

                                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                              Qual é o problema nesse comentário?

                                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                              Confira os Termos de Uso

                                              • M

                                                Marcos Rodrigues

                                                30/12/2020 22:55:59

                                                Mas que m**** . Pra mim ja chega. Já tinha pedido o cancelamento da assinatura e me convenceram a ficar. No dia seguinte mais uma matéria assim? Sorry. Adeus. Se é pra ler essas porcarias eu leio a UOL que é de graça. Chega.

                                                Denunciar abuso

                                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                Qual é o problema nesse comentário?

                                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                Confira os Termos de Uso

                                                • P

                                                  Paulo H.

                                                  30/12/2020 22:31:32

                                                  Por sorte o Brasil às vezes demora a importar a estupidez alheia. Isso explica por que não se fala em "abordagem de gênero" nos tributos. Os exemplos dados -perdoem-me- são ridículos: a carga tributária sobre o absorvente; a incidência de imposto de renda sobre a pensão da alimentanda, enquanto o alimentante pode deduzir (parte) do valor gasto. Este segundo exemplo, aliás, é incrível: na cabeça dessas senhoras a mulher q ganha pensão sofreria discriminação tributária pq precisa pagar IR sobre essa renda, ao passo que seu ex-marido (e ainda provedor) pode deduzir parte do valor da referida pensão. Por favor, uma reforma tributária já é algo suficientemente complexo sem este tipo de estupidez.

                                                  Denunciar abuso

                                                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                  Qual é o problema nesse comentário?

                                                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                  Confira os Termos de Uso

                                                  • C

                                                    Cesar Tiossi

                                                    30/12/2020 22:31:08

                                                    Nao. PeloAmorDeDeus... Mais um jornal se rendendo a essa droga de visão vitimista do mundo. Eu é que não indico mais esse jornal e logo vou cancelar a assinatura. Tristeza

                                                    Denunciar abuso

                                                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                    Qual é o problema nesse comentário?

                                                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                    Confira os Termos de Uso

                                                    • C

                                                      Carmo Augusto Vicentini

                                                      30/12/2020 20:23:00

                                                      Tem gente que está com muito tempo disponível e fica matutando em como perturbar ainda mais a sociedade com essa maldita agenda esquerdista divisionista.

                                                      Denunciar abuso

                                                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                                      Qual é o problema nesse comentário?

                                                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                                      Confira os Termos de Uso

                                                      Fim dos comentários.