i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Fernando Schüler

Foto de perfil de Fernando Schüler
Ver perfil

Um espaço dedicado para debater o complexo cenário nacional atual

Direito de escolha, a ideia incômoda

  • Fernando SchülerPor Fernando Schüler
  • 25/11/2020 23:01
Sala de aula
| Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo / Arquivo

De toda minha experiência com debates sobre o Brasil, não há nada que mais irrite a elite brasileira do que a simples ideia de assegurar que as famílias mais pobres possam escolher a escola dos filhos. Ainda me lembro da primeira vez em que sugeri isso, anos atrás. Era um desses eventos bacanas focado no “gap” social brasileiro. Na saída, uma senhora elegante me perguntou, pensativa: então quer dizer que os mais pobres vão estudar no Colégio do Rosário?

“Sim”, respondi, ao que ela me retrucou: “E irão também nas festas de 15 anos?”. Ela preparava a festa de 15 anos da filha e parecia preocupada com aquilo. Não era apenas a questão de receber a mesma educação. O problema era a invasão de um mundo social que ela via como devidamente “protegido”.

Na sua visão, era óbvio que os mais pobres tinham o direito à educação, mas no “lugar certo”, isto é, nas redes estatais. Não importava muito a desigualdade nem a supressão do direito de escolha para quem não tinha dinheiro para pagar uma mensalidade. As coisas eram assim porque sempre haviam sido.

Indignamo-nos com o fato de haver tão poucos alunos negros na rede particular, mas não fazemos nada. Apelamos a uma vaga filantropia privada enquanto fixamos de vez o monopólio estatal do ensino público

Lembrei disso quando li, na Folha de S.Paulo, que há apenas 10% de alunos negros nas escolas particulares de São Paulo. A reportagem diz que “a qualidade das escolas privadas supera a das escolas públicas” e sugere que seria bom que mais alunos negros e menos favorecidos pudessem estudar lá. Também acho. O texto sugere que a solução poderia estar na oferta de bolsas pelas próprias escolas. Seria ótimo, mas obviamente não é uma solução com escala. O Estado deveria garantir isso.

Foi com esta visão que o ativista de direitos civis Howard Fuller, no início dos anos 1990, a partir de uma demanda por inclusão educacional de famílias negras, criou o primeiro programa americano de bolsas em larga escala. Hoje há 64 programas desse tipo nos Estados Unidos. Bem desenhados, eles geram oportunidades reais de integração para alunos menos favorecidos. Não se trata de substituir o sistema tradicional de ensino. Trata-se de produzir diversidade, trabalhar em escala experimental e comparar os resultados com diferentes modelos.

Tudo que nos recusamos a fazer no Brasil. Por aqui, ao mesmo tempo que nos indignamos com o fato de haver tão poucos alunos negros na rede particular, não fazemos nada. Apelamos a uma vaga filantropia privada enquanto fixamos de vez o monopólio estatal do ensino público, como vemos agora na tramitação do novo Fundeb.

É interessante que o Brasil já possui uma boa experiência nesta área com um programa criado pelo governo Lula: o Prouni. Talvez seja o maior programa de bolsas e liberdade de escolha educacional do mundo. Mesmo assim, é curioso que nosso establishment continue dizendo que coisas assim não têm como funcionar. Ainda este ano participei de um debate sobre o tema e um “especialista” foi taxativo: os mais pobres não teriam condições de “analisar indicadores e fazer escolhas”.

Minha visão de mundo era tão distante daquilo que encerrei a conversa. Fiquei pensando se aquela pessoa realmente acha que o governo tem feito boas escolhas em nome das famílias mais pobres, na educação, ou se era apenas o velho preconceito segundo o qual alguém só aprende a tomar decisões a partir de um certo padrão de renda.

Vamos lá. É difícil levar a sério a ideia de reduzir desigualdades e manter, a ferro e fogo, o hiato educacional brasileiro. Sem permitir, em algum momento, que alunos negros e brancos, de maior ou menor renda, compartilhem não apenas as mesmas escolas, mas também de um universo social comum.

A reportagem da Folha traz o depoimento de Lucas Rodrigues, que ganhou uma bolsa no Colégio Bandeirantes. Ele fala do choque de trajetórias sociais, mas diz que “é positivo. Descobrimos que todos vivemos em bolhas e aprendemos a desfazer preconceitos”. No fundo, todos sabemos disso, mas permanecemos na mais perfeita inércia. Especializamo-nos em retórica bacana para garantir que o direito de escolha educacional continue sendo, como tantos direitos neste país, um privilégio de poucos.

Conteúdo editado por:Marcio Antonio Campos
15 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 15 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • J

    JOSÉ GERALDO DINIZ DO NASCIMENTO

    ± 0 minutos

    Parece que as opiniões são unânimes. Doutor Schuller procure ler Escravidão de Laurentino Gomes. Se se sente culpado que seja pela pobreza. Ela atinge negros, brancos, índios, e outros menos privilegiados, infelizmente .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Z

      Zequinha

      27/11/2020 1:36:40

      Incrível como hoje qualquer discurso é sobre negros e brancos! Parece que o maior objetivo a ser atingido é dividir a sociedade fazendo um novo apartheid!!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • J

        João Martins Donizete

        27/11/2020 1:13:04

        Primeiro há 20, 25 anos atrás a escola pública era melhor ou equivalente a particular. O que aconteceu? Depois, todo mundo tem uma ideia na bolha para chamar de sua. E sempre, não obstante o Estado ser ineficiente, mas é na mão e na ideia do progressismo esse mesmo Estado é sempre chamado a intervir e como sempre pagar a conta como se isso não recaisse na sociedade já exaurida destes salvadores da pátria. Por último, se ao menos o exemplo fosse para os pobres como um todo vá lá. Mas não. Trazer a baila mais um assunto envolvendo preto/branco novamente é a bola da vez dos pseudos humanistas. Todo esse progressismo de narrativa e sempre o Estado pai todo poderoso por detrás já deu.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • C

          CIÊNCIA

          26/11/2020 23:43:21

          Sinceramente, esperava mais dos seus comentários... Acredito que devemos elaborar soluções para todas as crianças pobres com ensino degradante, e não apenas um grupo de crianças. Se seus estudos chegaram nessa conclusão, melhor escrever sobre chapeuzinho vermelho ou plagiar Monteiro Lobato.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • A

            Arno Winter

            26/11/2020 22:43:06

            Denis Arruda ! Permita-me manifestar minha posição através de seu excelente , elucidativo e criterioso texto. Parabéns !

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • P

              Paulo César de Castro Silveira

              26/11/2020 22:30:54

              Escola particular quer é dinheiro. Insinuar que existe escola particular recusa dinheiro de aluno preto é o fim da picada. Só mesmo comunistas infiltrados na GAZETA dizem estes disparates.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • L

                Luiz

                26/11/2020 21:36:21

                Cara, seu texto e razo e preconceituoso. Vc é um desses progressistas que infestam as redações querendo lacrar e posar de bom-mocinho. Não trás luz nenhuma a esse debate. Pseudo defensor dos pobres e oprimidos. Tudo muito falso.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • J

                  José Carlos

                  26/11/2020 20:44:00

                  Cabe ao Estado dar uma educação básica de qualidade para colocar todos em mesmas condições de competir futuramente, independentemente de raça, religião, .... Isso seria algo efetivamente justo e democrático. E é possível. Pois já foi assim no passado. Quando estudei no Colégio Estadual do Paraná, publico, de graça, havia professores , laboratórios, instalações e organização superiores às escolas privadas. Todos nós tínhamos muito orgulho de nosso colégio público!! Estudei ao lado de negro, de polaco, de "alemao", de pobre e de ricos também. E essa diversidade nos fazia crescer muito.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • P

                    Paulo

                    26/11/2020 18:26:35

                    Acho que o colunista deveria se referir a pobres e não a negros. Tem muito branco pobre que também tem seus filhos em escolas públicas. Por que dar chances apenas a quem é negro?

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • A

                      André

                      26/11/2020 18:12:31

                      Concordo plenamente. Existem algumas boas iniciativas nesse sentido, como o Instituto Pontes.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • C

                        Claudio Affonso Lins Ferreira Chaves

                        26/11/2020 16:47:21

                        Não entendi esse artigo, pois parece de alguém com raiva e por consequência generaliza o discurso de"elite" como se todos fossem iguais a essa mulher fútil que está preocupada com a festa de quinze anos da filha, não é por aí que se resolve sido tão complexo O ProUni pode ter sido boa ideia , mas serviu para enriquecer donos de universidades, sem cuidado algum com a qualidade. Anos atrás, um motorista de táxi no Rio de janeiro me disse algo que concordei plenamente e sempre repito ; educação no Brasil só melhora o dia em que TODO político neste país seja OBRIGADO a colocar seus filhos nas escolas públicas.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • C

                          Carvalhaes

                          26/11/2020 16:13:34

                          Se trocássemos a expressão negros por pobres não chegaríamos no mesmo resultado ???

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • W

                            wilmar scoz

                            26/11/2020 15:15:16

                            Que lastimável que agora só falam de negros! É um ódio declarado, explicito, aos brancos. Querem levar os negro no colo? Quando os brancos nasceram e nascem, não vem um anjo e coloca ao lados deles uma mala com dinheiro ou ouro. Tem que trabalhar, ter vontade, tem que se usar da criatividade, e não lamuriar, esperando pela bondade de outros; ou saqueá-los através de direitos. Vernha!

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • M

                              Marcos eisenschlag

                              26/11/2020 15:11:55

                              Se todas as escolas que NAO PAGAM IMPOSTOS porque sao oriundas de uma instituicao religiosa revertessem isso em bolsas para baixa renda teriamos sim uma melhora significativa da inclusao e uma melhor percepcao da realidade do pais por parte de nossas elites. Mas reina a hipocrisia social, com muita retorica e poucas medidas.

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • D

                                Denis Arruda

                                26/11/2020 3:06:37

                                O jornalista Fernando Schuler partiu da premissa errada de que a "sociedade não quer ver pobres estudando em colégio particular". Ligou este fato a outro dado espúrio em relação à cor da pele. Acho ainda mais lamentável que o mesmo se baseie em uma reportagem da folha e em uma opinião de uma pessoa. Foi por este motivo que cancelei minha assinatura do Estadão, da Crusoé e da Folha (dá até vergonha de falar que paguei por aquilo). Sugiro à Gazeta que este tipo de ativismo preconceituoso seja evitado.

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                Fim dos comentários.